Manutenção de frota: Cuidados que sua locadora de veículos deve ter

Todo gestor de locadora de veículos tem como meta de trabalho, reduzir custos e aumentar a performance. Administrar recursos e manter o bom funcionamento da frota é o segredo para bons resultados, que podem ser alcançados com a manutenção de frota.

Veja neste artigo os tipos de manutenção, os benefícios do devido cuidado com seus veículos e como isso impacta o seu negócio.

Tipos de manutenção de frota

Existem três tipos de manutenção, cada uma com sua importância.

Quando o assunto é Manutenção de frotas, pensamos apenas em gastos e dores de cabeça.

Porem existem práticas a serem aplicadas que podem reduzir os custos com a manutenção.

Uma delas é realizar as manutenções preventivas e preditiva que tem como objetivo agir previamente para evitar gastos desnecessários.

Para ficar mais claro, vamos entender melhor cada tipo de manutenção de frota:

Manutenção preventiva

A manutenção preventiva tem como premissa manter os veículos nas melhores condições possíveis.

Dessa categoria fazem parte as intervenções planejadas e executadas antes do aparecimento ou ocorrência de problemas. É esse tipo de conservação que, evita despesas com a frota que não estavam previstas.

A melhor forma de realizar a manutenção preventiva é através de um calendário fixo de conservação.

Nas datas determinadas pelo cronograma, deve ser realizada a inspeção de itens como: o estado dos pneus; a suspensão; os freios; os fluidos; o motor, o escapamento; o sistema elétrico e as baterias.

Manutenção preditiva

Muito semelhante à manutenção preventiva, a manutenção preditiva é, contudo, mais custosa para o empreendedor.

Ela também parte do princípio de que vale muito mais a pena antecipar os problemas.

No entanto, a preditiva atua através do uso de ferramentas tecnológicas.

Com ajuda de tecnologias como telemetria veicular, utilizada por dispositivos capazes de coletar dados dos veículos, é possível ter uma boa visão do estado atual dos veículos da sua frota.

Dessa forma, é possível realizar consertos, trocas e revisões de forma preventiva, mas sem desperdícios ou ineficiências.

Manutenção corretiva

Diferente das demais, a manutenção corretiva normalmente ocorre em situações onde não existe um controle maior sobre a manutenção preventiva.

Nos casos em que isso acontece, ela acaba por representar gastos maiores e “inesperados” -, podendo causar prejuízos para sua locadora de veículos.

Manutenção em si não significa “conserto”, como normalmente imaginamos, mas está mais ligada à ideia de conservação ou “manter” o estado inicial da frota.

Os custos de uma manutenção corretiva são mais altos, comparados à preventiva, pois envolve substituição não programada de peças, mão de obra, além do custo de manter um veículo parado e que podem prejudicar até mesmo sua prestação de serviço.

Qual é a importância da manutenção? 

Manter sua frota em bom estado pode parecer algo custoso para a operação da empresa.

Mas, como diz o ditado, o barato às vezes pode sair caro – quem já teve de chamar um guincho ou um mecânico de última hora sabe bem o que é isso.

Administrar recursos e manter o bom funcionamento da frota é o segredo para bons resultados, que podem ser alcançados com a manutenção de frota.

A manutenção da frota é importante não só pela economia, mas também porque ajuda a prevenir acidentes e imprevistos.

Quais são os benefícios de uma boa manutenção de frota? 

Há vários benefícios para empresas que fazem uma boa manutenção de frota.

O primeiro deles é financeiro: sai mais barato fazer uma boa revisão e trocar as peças apenas necessárias do que ter que lidar com o imprevisto de um veículo quebrado. 

A previsibilidade reduz custos! Saber quando um veículo precisará estar parado é melhor do que precisar dele na rua e não poder utilizá-lo.

Além disso, uma frota bem cuidada também perde menos valor, mantendo o patrimônio da empresa em alta.

Isso para não falar na segurança, claro: manutenção bem feita significa menor risco de acidentes.

E mais:

  • Redução da ociosidade – mais veículos circulando é sinônimo de maior retorno
  • Veículos mais duráveis – porque é melhor prolongar a vida útil da frota do que ter que comprar novos veículos
  • Performance melhorada –carros com manutenção em dia rodam mais e apresentam melhor rendimento em todos os sentidos.

Os erros mais comuns na manutenção da frota

Muitas vezes quando se fala em manutenção, apenas são levados em consideração os veículos, sua mecânica e seus componentes. Mas alguns pontos importantes são desconsiderados:

Não contar com mão de obra qualificada

A mão de obra qualificada também é um importante quesito a ser observado dentro da manutenção da frota.

Muitas vezes, o barato pode sair caro quando se trata da manutenção dos veículos e da segurança dos motoristas e da carga.

Oficinas sem qualificação e peças de procedência duvidosa podem colocar toda a programação de transporte em risco, trazendo ainda mais gastos e transtornos à empresa.

Não definir controles

Metas e controles também são essenciais para garantir o crescimento e a evolução da companhia. São eles que ajudam a empresa a atingir os seus resultados.

A gestão da manutenção de frotas deve conhecer bem os veículos e o que acontece com eles para saber o momento de ajustes e trocas de peças.

Desta forma, o planejamento de gastos fica mais eficiente.

Com os controles, a organização está sempre atualizada, e pode adotar ações preventivas sempre que necessário.

Do contrário, os gastos com manutenção podem ser maiores do que o estimado.

Não comparar os gastos em cada tipo de veículo

Não saber quanto gasta e quais os tipos de manutenção mais comuns em seus veículos pode fazer você gastar mais do que o necessário.

Se você gerenciar os veículos, agrupando-os por marca, modelo e ano de fabricação, vai saber quais os tipos de problemas mais comuns em cada um deles, podendo tomar ações preventivas que evitem desgastes dos veículos e a manutenção antes da hora.

Leia também: Dicas para uma boa gestão de frota de veículos

Como fazer o controle da manutenção da frota

Para fazer a gestão de manutenção de frota, é preciso levar em conta algumas particularidades.

Primeiro, é ideal priorizar as manutenções preventivas para evitar custos altos com manutenção corretiva.

Nesse sentido, um sistema de gestão que auxilie no controle de revisões programadas pode ser a solução.

Além disso, é importante categorizar os veículos da frota.

Desenvolver um plano de manutenção de veículos por categoria esse tipo de controle auxilia no gerenciamento das revisões. 

Manter um plano de manutenção é prezar pelo funcionamento da empresa como um todo.

Para auxiliar você, vou deixar aqui uma Planilha de Gestão de Frota. Nela você pode:

– Lançar diariamente as despesas
– Acompanhar indicadores através de gráficos dinâmicos
– Ter clareza sobre as despesas do negócio
– Entender sobre os gastos de cada veículo da frota

Desta forma, você vai ter total visão das despesas do seu negócio para tomar as melhores decisões.

Clique aqui para download gratuito! 

Para mais conteúdos do segmento de locadoras siga @vers_locadoras no Instagram

Postado em Contabilidade, Estratégia