Direção econômica: Como reduzir os custos de uma frota?

Você já parou para analisar os gastos que a sua frota de veículos tem mensalmente?

Se colocarmos todas as despesas na ponta do lápis, sabemos que os números vão te surpreender. 

Portanto, pensando nisso, você já ouviu falar em direção econômica? 

Essa é uma forma de condução que pode ser favorável para qualquer negócio que trabalha com frotas. 

Por exemplo, seu uso consciente pode reduzir custos de diversas formas e ainda oferecer benefícios para o condutor e o gestor. 

Para ficar por dentro, continue a leitura e saiba tudo sobre a direção econômica, suas vantagens e como aplicá-la agora mesmo!

O que é direção econômica?

Em primeiro lugar, a direção econômica nada mais é que o conjunto de ações que um motorista pode assumir para diminuir o consumo de combustível.

Ela também está ligada ao aumento da vida útil das peças de um veículo, gerando segurança ao condutor e ao passageiro, sempre respeitando as normas de trânsito.

De forma geral, essa conduta aproveita as leis da física e estão diretamente ligadas à atenção com as circunstâncias do motor.  

Quais as principais vantagens da direção econômica? 

A direção econômica conta com diversos benefícios e vantagens para o condutor e para uma frota de veículos de uma empresa, são elas: 

  • Redução do consumo de combustível;
  • Aumento da segurança no trânsito;
  • Redução dos custos com quebras precipitadas e manutenções desnecessárias;
  • Aumento na vida útil econômica do veículo;
  • Redução do tempo de parada;
  • Controle da efetividade do condutor;
  • Aumento de eficiência e disponibilidade operacional de uma frota;
  • Melhoria nas práticas de condução e operação dos condutores;
  • Diminuição com relação a emissão de gases poluentes no meio ambiente.

Quais práticas da direção econômica podem ser adotadas?

Atenção com o conta-giros

Conduzir o veículo com o conta-giros na faixa de rotações por minuto adequada, pode ajudar na economia de combustível. 

Portanto, em prática, na primeira parte do conta-giros está a marcha lenta, e no final está a zona vermelha, que para não afetar o motor, deve ser evitada. 

Ainda, mais ou menos na metade do sinalizador do conta-giros fica a faixa econômica. Normalmente o espaço compreendido está entre 1.000 e 1.500 rpms. 

Apesar disso, em outros automóveis a faixa ideal para reduzir o consumo do combustível se encontra sinalizada em verde no conta-giros do painel do veículo. 

Acelere com moderação

É comum que muitos condutores fiquem frustrados com as limitações do automóvel em relação a aceleração e retomada.

Nesse sentido acontece o forçamento para tirar o veículo da inércia e colocá-lo em movimento de forma imediata. 

Ao fazer isso, as marchas são trocadas de forma ainda mais rápida, fazendo com que o conta-giros funcione em alta. 

Mas qual a consequência disso? O consumo de combustível também dispara. 

Saiba que é natural que o veículo demore certo tempo para retomar a velocidade pretendida após ficar parado em um semáforo ou na redução para uma curva. 

Crie o hábito de acelerar antes das subidas e descer engatado

O condutor do veículo pode escolher a melhor conduta de direção econômica para diminuir o consumo de combustível, principalmente com relação a aclives e declives. 

Nas subidas, você pode acelerar antes de começar o morro, enquanto em uma descida, muitos recomendam conduzir o veículo com marcha desengatada. 

Em situações como essa, o certo é não acelerar e aproveitar a inércia com o veículo engrenado. 

Dessa forma, o motor corta a injeção de combustível e oferece mais economia. Vale lembrar que se um veículo estiver engatado, ele ficará mais seguro e responsivo.

Ainda, para os veículos automáticos, essa regra também é válida, acelerando antes de uma subida e não descendo na posição neutra. 

Retire o excesso de carga

Certamente, em situações onde é necessário que uma equipe leve materiais, é indicado que apenas o essencial seja carregado. 

Lembre-se que quanto mais pesado estiver o veículo, mais força o motor precisará fazer. Como consequência disso, mais combustível será gasto. 

Conserve os pneus sempre calibrados 

Fazer a calibragem dos pneus é outra dica importante para quem quer começar a praticar a direção econômica. 

Pois pneus descalibrados geralmente aumentam o atrito, gerando um maior gasto de combustível. 

Isso porque quanto maior o atrito, maior a força exercida pelo veículo. 

Tenha o filtro de ar sempre limpo 

Enquanto isso, outra maneira de economizar é fazer a troca do filtro de ar no momento certo. 

Portanto, um filtro sujo dificulta a circulação apropriada de ar no motor, e pode impactar no seu rendimento, fazendo com que o automóvel precise de mais combustível. 

Tenha as janelas fechadas 

Pesquisas mostram que no momento em que um veículo está em velocidade constante superior a 80 km/h, a entrada de ar pela janela pode aumentar em 10% o consumo do combustível. 

Dessa forma, sempre que possível, mantenha os vidros fechados para que esse consumo não aumente. 

Sempre que puder, fuja dos engarrafamentos 

Muitas pessoas ainda acreditam que não, mas engarrafamentos são inevitáveis. 

A dica aqui é preparar rotas mais eficientes para que os condutores dirijam em caminhos mais fluídos, ajudando na economia do combustível. 

Fazer paradas constantes, retomadas de aceleração e marchas lentas, pedem por mais motor, e o resultado dessas ações são os gastos maiores. 

Em contrapartida, se ainda cair em um engarrafamento, outra forma de praticar a direção econômica é ficar de olho em tudo o que acontece à sua volta. 

Fazer mínimas paradas e não frear de repente podem ajudar a melhorar o uso do combustível. 

Faça a troca de marcha nos momentos certos 

Trocar as marchas de acordo com o manual do veículo, sendo no tempo certo de cada aceleração também é uma estratégia da direção econômica. 

Se um condutor estica as marchas antes de fazer a troca, saiba que muito mais combustível será gasto aqui. 

O recomendo é fazer a troca da mesma no tempo apropriado e junto a uma aceleração suave. 

Opte por veículos econômicos

Para continuar melhorando o consumo de combustível de uma frota, é importante fazer a escolha do veículo certo. 

Em atividades que são realizadas dentro de uma cidade, os modelos mais econômicos podem ser uma boa saída. 

Pois eles são excelentes para encarar um trânsito mais dinâmico, com muitas paradas e retomadas. 

Agora você já tem de forma fácil e acessível todas as práticas da direção econômica para introduzir no seu negócio e reduzir os custos da sua frota. 

A Vers compartilha materiais gratuitos para auxiliar em diversos assuntos voltados para uma frota de veículos, clique aqui e saiba mais. 

Postado em Contabilidade, Financeiro