Depreciação acelerada para locadora de veículos

Você já ouviu falar sobre depreciação acelerada para locadoras de veículos?

A depreciação é um assunto recorrente e inevitável para qualquer empresa, e para as locadoras de veículos não seria diferente.

Sabemos que a depreciação de veículos tem um grande impacto na tributação de uma locadora, certo?

Porém, uma maneira de reduzir drasticamente a carga tributária é a partir do laudo técnico da depreciação acelerada.

Então, neste artigo você vai aprender mais sobre depreciação, o que ela pode oferecer para o seu negócio e como fazer o seu cálculo.

O que é a depreciação acelerada?

A depreciação de forma geral é o meio no qual registra-se de forma contábil, a redução do valor de bens ativos.

No caso da depreciação de um veículo, ela acontece a partir do desgastes de acordo com a própria ação do tempo, tornando ele obsoleto.

A depreciação acelerada é o uso de depreciações com percentuais mais altos, em razão dos turnos de uso de um determinado equipamento ou máquina.

O seu objetivo é incentivar a modernização, renovação ou até mesmo a implantação de instrumentos e instalações.

Dessa maneira, são adotados coeficientes de depreciação, a contabilizar durante o prazo estabelecido pela indústria ou atividade.

Ainda, os coeficientes dessa depreciação são determinados a bens móveis que se mantem em operação por mais de um turno diário de 8 horas.

Qual a diferença de uma depreciação normal para uma acelerada?

Na depreciação linear, o custo é distribuído uniformemente ao longo da vida de um ativo.

Entretanto, em um método acelerado, é possível deduzir as despesas maiores nos primeiros anos após uma compra.

Como é feito o cálculo da depreciação acelerada?

O cálculo da depreciação acelerada é semelhante ao cálculo de depreciação de veículos, o que muda é a porcentagem anual da alíquota.

Enquanto em uma depreciação normal as porcentagens são de 20% para um veículo comum e 25% para um utilitário.

Um veículo depreciado de forma acelerada tem de 33% a 50% de desvalorização ao ano.

Dessa forma, ela oferece ganhos em economia tributaria (PIS/COFINS) entre 2,47% a 4% em 2 anos.

Qual o benefício da depreciação acelerada para uma locadora de veículos?

O principal benefício é a economia tributária com PIS e COFINS.

Além disso, o efeito temporal da depreciação, traz maior fluxo de caixa para o negócio. O que possibilita a expansão.

Sendo assim, para obter esse benefício, as locadoras de veículos precisam solicitar um laudo técnico de aceleração da depreciação.

Esse laudo é emitido pelos órgãos INT (Instituto Nacional de Tecnologia) e IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas).

Então, se quiser entender mais, fale com a Vers para mais informações sobre como ter a depreciação acelerada em sua frota.

Postado em ContabilidadeTagged