Como vender meu carro rápido e com o melhor custo?

As vezes nos perguntamos, como vender meu carro rápido e com o melhor custo?

A procura por um veículo no mercado é uma alternativa para as pessoas com as mais diversas necessidades. 

Seja para trabalho, lazer ou para quem precisa fazer grandes deslocações, ele oferece mais conforto e autonomia para o condutor. 

Apesar de existir dificuldades na compra e venda de um veículo novo, muitas pessoas não se preocupam em buscar um veículo já usado, mas em boas condições de uso.

Por isso, se você pretende vender o seu carro mas acha a tarefa complicada, listamos itens importantes que vão facilitar a sua venda e melhorar o custo dele.

Continue a leitura e acompanhe todas as dicas!

Prepare o carro para deixá-lo atraente para a venda

No mercado automotivo a aparência de um veículo conta muito para que sua venda aconteça de forma rápida. 

Certamente quando você comprou o veículo, encontrou ele na forma mais atraente possível, e o próximo comprador também irá reparar nisso. 

Por isso, ao mostrar o veículo para alguém, certifique-se de que ele esteja limpo, bonito e também com o cheiro de carro novo. 

Se encontrar arranhões na pintura, tente fazer a remoção com cera ou invista em um polimento, onde ambos podem solucionar a questão. 

Já na parte interior do veículo, faça uma boa limpeza nos carpetes, bancos e painel. 

As capas para o estofado e volante também podem dar um aspecto melhor, se forem realmente necessárias. 

Por fim, um erro que muitos cometem é fazer a lavagem do motor do veículo, onde seu aspecto pode melhorar, mas posteriormente pode prejudicar o automóvel. 

Não deixe de lado a revisão do veículo

Estamos cansados de saber que para realizar a venda de um carro ele precisa estar em boas condições, certo?

E mesmo que as manutenções preventivas sejam feitas e que o veículo esteja bem cuidado, vale conferir e revisar alguns itens que são importantes. 

Por isso, preste atenção no estado dos faróis e se necessário procure fazer o polimento dos mesmos. 

Os para-choques, capô e as frestas entre as portas também devem ser revisadas, pois um simples ajuste pode melhorar o aspecto geral do carro. 

As partes de borracha do veículo também precisam de uma atenção especial, especialmente os pneus e buchas. 

Em casos específicos a lubrificação ou troca de componentes considerados simples já resolvem o problema e ajudam durante a venda. 

Mostre as características especiais do veículo 

Mostrar todas as qualidades e diferenciais do carro comparando com outros modelos que podemos encontrar no mercado pode ser uma boa forma de vendê-lo.

Por isso, liste os opcionais que vem no carro, mostrando quais são da fábrica e quais foram colocados por você, além da quilometragem, cor, etc. 

Se for anunciar na internet e não conseguir listar todas essas características no anúncio, lembre-se delas para mostrar que você sabe o que está vendendo, durante uma conversa. 

Verifique a tabela FIPE para ter noção sobre os valores 

Se você não sabe por onde começar quando o assunto é o valor do veículo, não deixe de consultar a tabela FIPE para ter noção sobre os valores. 

Seu papel é justamente trazer os valores médios para cada modelo em todo o território nacional. 

E mesmo que ela não seja uma regra a ser seguida, pode ser um ótimo ponto de partida. 

Saiba que o estado de conservação do veículo, a quilometragem rodada e a região por onde ele trafega podem alterar o valor final para uma venda. 

Se ainda tiver dúvidas, busque por anúncios dos modelos semelhantes ao seu e descubra quanto eles custam. 

Lembre-se que um diferencial na sua venda pode ser deixar uma margem para negociação, mas sem exageros, é claro. 

Estude qual o lugar ideal para anunciar a venda do carro

Quando o momento de anunciar o veículo chega, prontamente pensamos na internet e no que ela pode fazer por nós nesse momento. 

Mas lembre-se que isso varia de acordo com o público-alvo e a plataforma correta para esse tipo de venda.  

Por isso, analise o público que compraria o seu carro e o que elas consomem na internet. 

Hoje existem sites específicos ou até mesmo sites gerais para esse tipo de venda e que podem ajudá-lo a se destacar ainda mais. 

Outra opção também são os fóruns online especializados em automóveis. 

Ainda, ao anunciar na internet lembre-se que as fotos causam a primeira impressão e é por elas que os possíveis compradores irão fazer as primeiras análises. 

Por esse motivo, faça fotos de diversos ângulos, mostrando o veículo de frente, nas laterais, na diagonal e na parte traseira.

Tirar fotos do porta-malas, do interior do veículo e do motor para publicá-las junto ao anúncio, também pode ser um grande diferencial. 

Negocie em lugares públicos

Ao seguir as dicas que foram compartilhadas acima, saiba que você irá receber propostas bem rápido. 

Mas vale ressaltar a importância de um detalhe final com relação a sua segurança e a do seu veículo.

Ao receber propostas, combine as negociações em lugares públicos, e se possível leve uma companhia. 

Isso traz mais segurança e pode impedir que roubos ou outros imprevistos aconteçam. 

Veículo vendido

Após fechar negócio, chegou o momento de transferir o carro para o comprador e novo dono. 

Tenha consigo a Vistoria de Transferência, também conhecida como ECV, e registre a transferência de propriedade de veículo no cartório. 

Também é necessário comunicar ao Detran da sua cidade sobre todo o processo. 

Por fim, o período máximo para finalizar o processo de transferência do veículo é de 30 dias.

Agora que você já acompanhou as dicas e já sabe como vender seu veículo, tudo ficará ainda mais fácil para fechar negócio.

Para ficar por dentro e conhecer mais conteúdos como esse voltados para o mercado de mobilidade, acesse o blog da Vers

Postado em Financeiro