Como funciona uma locadora de veículos?

Você sabe como funciona uma locadora de veículos?

Os negócios de mobilidade no país têm crescido exponencialmente e ganhado cada vez mais mercado nos últimos meses. 

A agência de classificação de riscos Fitch afirmou no final de 2020 que as locadoras de veículos poderão ter um aumento de 17% de receita em 2021.

Diante disso, já pensou em colocar o seu plano de empreender em prática? 

Acompanhe em nosso conteúdo todos os detalhes do funcionamento de uma empresa de aluguel de carros para abrir uma locadora de veículos ainda este ano. 

Como funciona uma empresa de aluguel de carros?

Alugar um carro é uma opção que tem crescido cada vez mais no país, desde para quem busca um veículo para um período curto de tempo ou para quem não vê vantagem em ter um veículo próprio e busca o aluguel por assinatura. 

Para uma empresa de aluguel de carros, geralmente existem duas formas para que o aluguel aconteça.

É possível fazer a reserva através da internet e apenas retirar o veículo na locadora, ou ainda, fazer a reserva e retirá-lo pessoalmente. 

O que é necessário para alugar um carro?

Para alugar um carro, a lei no Brasil diz que o motorista deve ter completado 21 anos, possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) expedida em no mínimo 2 anos e que a mesma esteja dentro da validade. 

Ainda, a CNH deve ser equivalente à categoria que o condutor deseja alugar. 

Também é importante não ter restrições financeiras, pois aqui normalmente a empresa de aluguel de carros solicita um cartão de crédito no nome do motorista. 

Para esse cartão é necessário ter um limite que cubra o valor do seguro em situações de acidente. 

Outro ponto importante é registrar todos os possíveis motoristas que irão dirigir o carro durante o período do aluguel.

Em determinadas situações onde o motorista não esteja no contrato e assuma a direção do veículo, ambos podem ser indiciados.  

Por fim, no contrato do aluguel é possível ver o tempo de locação, a forma de cobrança, a política de combustível, o que o seguro irá cobrir e etc. 

Como a cobrança é feita e como funciona a questão da quilometragem? 

Como mencionado anteriormente, geralmente a cobrança é feita através de um cartão de crédito. 

Ainda, o valor cobrado muda de acordo com a categoria do veículo escolhido e pode variar por diversos fatores. 

Por isso o contrato deve ser lido com bastante atenção. 

Fatores como a localização da empresa de aluguel de carros, a quilometragem atual e o tempo de locação podem influenciar no valor final.  

Existem locadoras que trabalham com quilometragens fechadas, determinando a distância, e você paga por isso. 

Caso ultrapasse o combinado, você deve pagar a diferença no momento da devolução. 

Outra opção que pode encarecer o valor total é devolver o carro em outra unidade da locadora. 

Por fim, outras locadoras de veículos alugam seus carros sem um limite de quilometragem. 

Aqui, o preço pode sair um pouco mais caro, já que o condutor não tem que se preocupar ou dar muita atenção em exceder o valor combinado. 

Saiba que muitas empresas fazem promoções em datas comemorativas assegurando o uso do carro por determinado tempo e por um valor específico, por exemplo. 

Quais são os tipos de seguro? 

Hoje existem proteções oferecidas pelas locadoras de veículos que são indispensáveis ao alugar um carro e que podem facilitar a vida do condutor em diversos aspectos. 

Acompanhe algumas abaixo! 

Seguro contra roubo, danos e colisões

Essa é uma opção de seguro básico onde geralmente já é inserido na tarifa cobrada. 

Aqui ela cobre roubos, batidas e alguns estragos. 

Seguro para acidentes pessoais

Esse seguro cobre especificamente despesas médicas que aconteceram no momento do acidente. 

Normalmente ela só é recomendada em situações onde o motorista tem um plano de saúde. 

Proteção para terceiros

Por fim, este seguro pode englobar danos materiais e também danos pessoais para terceiros que se envolveram em um acidente.   

E a questão do combustível? 

Os carros das locadoras de veículos são entregues para quem o alugou com o tanque cheio e devem ser entregues da mesma forma. 

Ainda, existem locadoras que cobram algumas taxas adicionais para que o motorista devolva com metade do tanque ou até mesmo com ele vazio. 

Então, dependendo do trajeto e distância, essa opção pode ser mais vantajosa.

Por fim, existem empresas que permitem a devolução no mesmo local da retirada do carro, e outras que permitem a devolução em pontos estratégicos que podem ser de mais fácil acesso para o condutor.

Agora que você já sabe tudo sobre como funciona uma empresa de aluguel de carros, não deixe de colocar seus planos em ação!

Entre em contato com a Vers e solicite um orçamento agora mesmo! 

Somos especializados na abertura de locadoras de veículos sem burocracia e sem complicação. 

Postado em Empreendedorismo, Estratégia