Gestão financeira: confira 5 dicas essenciais para sua locadora de veículos

O Brasil possui um mercado de locação de veículos promissor. Ao contrário de países como os Estados Unidos, por aqui o segmento não está restrito à atuação somente das grandes empresas, oferecendo grandes oportunidades para empreendedores de pequeno e médio porte.

No entanto, para aproveitar esse cenário positivo, os proprietários de locadoras de veículos precisam manter uma gestão financeira rigorosa para contornar os obstáculos do mercado, que não são poucos.

Confira 5 dicas essenciais para aprimorar a gestão financeira em sua locadora de veículos:

Planejamento em primeiro lugar

Para manter o negócio competitivo, é fundamental que o empreendedor invista em novos veículos quase que anualmente, o que exige o uso frequente do capital de terceiros.

Portanto, é preciso manter o controle do fluxo de caixa não somente para acompanhar as entradas e saídas financeiras no momento, mas para compreender o impacto de possíveis financiamentos no futuro.

Atualize o fluxo de caixa diariamente e faça projeções para 90 ou mais dias para prevenir a ida apressada ao mercado em busca de capital de giro, o que pode implicar em custos elevados.

Use a frota de forma inteligente

A venda de carros seminovos e usados é uma grande aliada das locadoras, possibilitando que elas equilibrem suas finanças e abram espaço para as novas aquisições.

No entanto, para aproveitar essa fonte de receita, as locadoras precisam traçar metas anuais de vendas e garantir o aumento da liquidez quando for necessário. Caso a empresa faça corridas apressadas ao mercado, sempre em caráter emergencial, irá abrir mão de recursos valiosos em função do preço de venda.

LEIA  5 dicas para sua locadora de veículos fidelizar seus clientes

Capriche na gestão tributária

Assim como a maioria dos negócios no Brasil, a atividade de locação de veículos é onerada por uma série de tributos nos níveis municipal, estadual e federal.

Além de IPI e ICMS sobre a compra dos veículos, as locadoras também arcam com PIS e Cofins, além de ISS quando loca veículos com motoristas. Como se não bastasse, também devem bancar todos os encargos que incidem sobre sua mão de obra e o IPVA da frota.

Essa avalanche de impostos exige que a empresa mantenha um excelente controle tributário. Na maioria das vezes, vale a pena contar com um parceiro especialista na área fiscal e tributária para garantir que a empresa cumpra com suas obrigações e tome decisões mais vantajosas em caso de mudanças no regime de tributação.

Não se esqueça do custo Brasil

As condições precárias de grande parte das ruas, avenidas e estradas em nosso país, aliadas ao risco de acidentes e de furtos e roubos aumenta progressivamente os custos dos empresários com a manutenção dos veículos e as apólices de seguros.

Por isso, fique de olho em todos os custos fixos e variáveis da locadora para garantir que o preço cobrado do cliente final seja capaz de cobrir todas as despesas e, ainda assim, manter a competitividade no mercado.

Invista em tecnologia

Independente do porte de sua locadora de veículos, o uso de tecnologias que ajudam a gerenciar frota, manutenções, estoques e informações financeiras é indispensável.

Ao fazer isso, sua empresa é capaz de tomar decisões financeiras com base em informações confiáveis e garantir que os setores trabalhem de forma mais integrada para garantir a sobrevivência do negócio.

Acesse o site da VERS Contabilidade para Locadoras de Veículos  e saiba como nosso trabalho pode lhe ajudar a aprimorar a gestão da sua locadora de veículos.

Postado em FinanceiroTagged ,