Dicas para a renovação da frota de veículos

Montar e manter uma locadora de veículos é algo que exige bastante investimento e esforço, certo?

Quando o assunto é sobre a renovação da frota, as exigências não diferem muito.

Além de ter alto custo, uma frota não é nada fácil administrar, por conta de sua complexidade operacional.

Problemas podem aparecer se a locadora não estiver atenta às melhores práticas de garantir a aquisição ou até mesmo a manutenção das frotas de forma economicamente sadia.

Claramente cada locadora deverá entender, primeiramente, qual é a demanda que permeia a sua empresa, para somente depois estruturar precisamente a renovação da frota.

frota2

Alguns fatores serão imprescindíveis para a decisão aquisitiva da frota como, o local de operação e suas demandas sazonais, quais os públicos atendidos, com quais marcas fabricantes serão feitas parcerias, quais tipos de públicos serão atendidos, dentre vários outros.

Neste artigo iremos dar algumas dicas de como realizar a aquisição das frotas de forma otimizada, o que irá proporcionar economia ao locador, além de maior segurança ao locatário.

Tenha certeza se a frota atual tem ou não a real necessidade de renovação

Como já dito anteriormente, a locadora deverá ter em mãos todas as informações possíveis para que haja o entendimento sobre a real necessidade de adquirir frota nova e se a mesma atenderá a demanda.

Se a empresa tem o costume de realizar a manutenção preventiva, por exemplo, isso contará positivamente a favor de manter a frota atual.

Saber quais são as marcas e modelos mais procurados é essencial para entender o que oferecer aos clientes e fluir o negócio.

LEIA  A conexão dos parceiros de negócios e fornecedores com os empresários do segmento de aluguel de carros

Atente-se à desvalorização dos veículos

Na prática os veículos são ativos da empresa que têm uma vida útil grande, mas não é necessariamente o que se aplica para depreciá-los.

Resolve-Recuperação-de-Bens-Moveis-foto

A depreciação deverá valer a partir do momento em que o bem já está disponível para uso e se encerra assim que o mesmo sofre qualquer tipo de baixa, não participando mais das atividades da empresa.

Geralmente a depreciação dos automóveis varia de acordo com os mesmos, tendo o prazo de desvalorização entre 4 e 5 anos.

A taxa de depreciação costuma variar, dependendo do tipo do veículo. Por isso a importância da contabilidade para ajudar a locadora na depreciação correta.

É sempre importante que o locador saiba calcular a desvalorização dos veículos para não ficar no prejuízo, afinal é um ponto crucial para saber quando deverá haver a aquisição de nova frota.

Parcerias com fabricantes de veículos

Desenvolver parcerias com fabricantes pode torna-se um diferencial e, mesmo que isso limite o poder de escolha do cliente, dificilmente haverá falta de demanda – a não ser algo relacionado diretamente com algum modelo específico de carro.

estacionamento-carros

É necessário ter em mente os modelos de carro mais requisitados pelos possíveis clientes, assim como os acessórios que serão disponibilizados com eles como ar-condicionado, vidros elétricos, quantidade de portas, tipo de câmbio de marcha, além de outros.

As parcerias com fabricantes de automóveis são capazes de auxiliar na redução de custos, até mesmo quando os veículos são adquiridos em grandes proporções – o que ocorre com locadoras de maior porte.

Segundo a ABLA – Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis, as locadoras foram responsáveis por mais de 10% das aquisições de automóveis e comerciais leves do mercado automotivo em 2016.

LEIA  Descubra quais erros podem ser evitados na gestão de frota de veículos

E aí? Essas dicas te ajudaram de alguma forma? Continue nos acompanhando e participe conosco na construção do conhecimento!

Postado em EstratégiaTagged , ,