Como agregar valor para o cliente e como ser valorizado no mercado?

O que é o valor para o cliente?

Toda empresa necessita de criar formas de se interconectar com seu público e gerar o valor ao cliente, fazendo com que este se sinta atraído sempre em retornar.

E não estamos falando aqui de valor monetário somente, mas também promover a expectativa e o apreço do consumidor para com a marca.

Ao consumir, não desejamos só encontrar um produto ou serviço com características específicas, mas também um bom preço, um bom atendimento e um ponto de venda (PDV) que esteja de acordo, em todos os sentidos, com o que será vendido.

O valor nada mais é do preço ofertado junto à expectativa do cliente. Se essa expectativa for atendida, junto ao bom custo-benefício, o cliente irá perceber o valor e fará menos esforço para retornar ao consumo.

O valor percebido pelo consumidor pode ser entendido como um conjunto de componentes que vão desde a matéria-prima até a venda de produtos e serviços, ou seja, é tudo aquilo que constitui o produto desde seu planejamento até a venda ao consumidor final.

Todas as partes do processo devem ser agregadas ao valor: o tempo de produção, a matéria-prima, o operacional envolvido, o pessoal contratado, dentre vários outros fatores.

Estes fatores são permeados pela percepção do cliente, que, por sua vez, irá identificar suas necessidades e desejos com base do que lhe for apresentado.

 

Como ser valorizado pelo cliente?

O primeiro passo quando falamos de conquistar clientes baseando-se no valor da empresa e de seus produtos, é se atentar já no planejamento estratégico.

É no processo de planejamento o momento de identificar as melhores oportunidades e chances de fracassos, realizar o estudo do público-alvo adequado, além de todo o mix de produtos da marca.

LEIA  Segmentação de Mercado

A chamada Matriz BCG (Boston Consulting Group) [Figura 1] é um dos pilares do planejamento do mix de produtos, pois os produtos são categorizados de tal forma que torna a estratégia mais assertiva.

matriz-bcg

Figura 1 – Matriz BCG (Boston Consulting Group)

Com a Matriz BCG, a empresa terá possibilidade de verificar a fundo os produtos que mais ou menos gerarão receitas e que irão necessitar de investimentos, ou seja, através deste recurso, a empresa saberá quais de seus produtos geram maior receita com menor investimento.

Confira 5 valores que sua empresa deve mostrar ao cliente.

Depois de verificar todas as questões pertinentes ao planejamento, chega a hora da produção e, depois de produzido, o produto deve ter sua qualidade testada, bem como se o mesmo foi, de fato, fabricado da forma planejada.

Já após o produto ser finalizado, testado e aprovado, entra a distribuição, que, claramente, é o momento no qual toda a produção será enviada e distribuída para comércio.

Durante e após a aquisição dos produtos pelo consumidor final, há que se fazer a mensuração das vendas, da aceitação, e, principalmente se houve o cumprimento das metas pré-estabelecida.

E, por fim, depois de já possuir os resultados em mãos, o indicado é que, caso sejam encontrados erros durante todo o processo, as reparações sejam feitas, assim melhorando a possibilidade das vendas.

Será através de todo esse processo, desde o desenvolvimento da ideia do produto, até o pós-venda, com a atenção também voltada para o relacionamento com cliente, o que, por fim, fará o consumidor a criar e designar o seu respectivo valor, de acordo com suas próprias experiências.

Postado em MarketingTagged , ,